Devido à actual conjuntura este espaço encontra-se em insolvência por tempo indefinido.

terça-feira, 3 de junho de 2014

O rescaldo "Eiras Single Track o Remake"

Neste domingo eu (Luís Varanda), Ivo e o Joel deslocamos-nos a Eiras para podermos desfrutar dos singles que a malta da Roda Pedaleira tinha preparado o seu evento em Março e que devido ao mau tempo ficaram praticamente impedidos ou muito condicionados para a pratica do btt.Desde logo ficou a promessa que um dia voltaríamos a percorrer esses trilhos mas com tempo seco para assim poder-mos desfrutar na plenitude de todo o trabalho elaborado na abertura de singles e na limpeza de outros já existentes, dia esse que acabou por ser neste domingo.
A expectativa era grande, pois sabíamos que aquele pessoal não brinca em serviço, trilhos de cortar a respiração esperavam por nós, subidas duras, descidas alucinantes, ravinas assustadoras também, mas afinal era para isso que lá íamos.!!!!Foi bom percorrer aqueles trilhos outrora já feitos, dos quais sito os nomes de alguns que me lembro, o Interminável, com as suas curvas e contra curvas rápidas, que parecem não mais ter fim, o Escravote, com a sua forte inclinação (que o diga o Joel, que ficou lá pendurado, não ganhando para o susto), o Mauritânia com os singles no meio das ravinas, o "fabulástico" Adeus Lôgo, sempre a abrir por ali abaixo, aquela descida mesmo perto do fim, que merecia ter a placa "F...a-se" tal era a inclinação e todos os outros que não me recorda o nome.
Par terminar, um belo repasto em confraternização, com o pessoal amigo, sempre com o espírito de bem receber, onde o principal é a boa disposição e a camaradagem. Da minha parte a satisfação foi imensa e o empeno também.Penso que os meus companheiros de aventura também partilham da mesma opinião.
Quero felicitar o regresso do Joel aos trilhos, pois já há muito que não aparecia, esperando que esta aventura tenha sido o "mote" para que possa marcar presença com mais assiduidade, não deixando de lhe recordar que para fazer Eiras é preciso treinar, senão acaba-se por não tirar o devido prazer daqueles trilhos, acabando em sofrimento, tal é o empeno .Fiquei também bastante contente de poder percorrer com o Ivo aqueles trilhos, pois para ele aquilo parecia uma brincadeira sem limites, tal era o domínio da bike, chegando sempre ao fim dos singles com um sorriso de satisfação e preparado para mais....(para a próxima deixa o banco em paz),  eh eh eh.
Abraço e boas pedaladas para todos

5 comentários:

Lucas disse...

Os 3 mosqueteiros a dominar em Eiras :)
Boa representação ;)

bola7 disse...

concordo, grande representação, é bom voltar a ver este malta de volta aos trilhos!

Ivo disse...

Nunca vi tanta mondraker partida no memso sítio... cangalhos!

Luisv disse...

Ó Ivo, lembraste daquela vez em Vila Nova de Monsarros, numa descida fabulosa, em que furaste? Depois queixa-te ........eh eh eh

Joel disse...

Foi fixe esta volta. Tive ali uma queda "à homem", que mais um bocado ia encosta a baixo e aterrava perto de umas moças jeitosas!
Os últimos km's andei praticamente a arrastar-me, a fome apareceu e tive uma queda no rendimento algo elevada, mas tirando isso, deu para tirar algumas saudades de pedalar no mato.