Devido à actual conjuntura este espaço encontra-se em insolvência por tempo indefinido.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Cronica do Bola Snac 1



Bikesurfers na rota das Esgalhas Lemede
Made By Snac btt

Camaradas, Companheiros/as de Pedal,
Cá estamos mais uma vez para vos falar de algo que tanto nos apraz…….por outras palavras o btt

Capitulo I
“ O Encontro”

Decorria a manhã de 12 de Outubro quando, por volta das 07:25, o despertador, esse malogrado objecto de tortura, me retirou abruptamente do meu sonho que estava a ser muito bom. Acho que tinha algo a ver com o Euromilhões, um Aston Martin, o Mónaco e uma enormidade de mulheres extremamente bonitas e eu a apresentar-me de maneira estranha, algo do tipo: Nogueira, João Nogueira. Sonho à parte e de volta à realidade, lá acordei a chamar nomes a mim próprio e a falar mal do meu juízo.
Ás 08:10, ao som de Metállica com o álbum Death Magnetic (já deu para reparar que tenho o álbum), chego á Sanguinheira e como tem sido hábito nos passeios para o lado de Cantanhede, o ponto de encontro foi (passo a publicidade) na padaria Silito. Já tinha o Tiago à minha espera e o Pessoal do Tojeiro (Miguel, Tiago Fragão, Paulo Simões, Paulo Jesus, João Cadima), chegando pouco tempo depois o Luís e o João Lucas. Depois do café e de uns dedos de conversa às 08:40 arrancamos para Lemede para começar então esta nossa Aventura.


Capitulo II
“O ponto de Concentração”

A concentração era no Campo de futebol dos Sombras Negras, que fazia parte da Associação que organizava o evento, tendo em atenção ser o primeiro passeio e com a forte concorrência do vale do Vouga, o João (da tocha) e o João (Judas) ainda conseguiram concentrar 65 atletas ( poucos mas bons), o que era bom porque praticamente conheciam-se todos. Eram os Tremoceiros, o Pessoal de Ançã , o João de Gatões, o pessoal Andorinha, e o Luís Tomé, era quase o espírito de um passeio convívio.
Tivémos ainda a feliz surpresa do Edgar aparecer ajudando a aumentar o número de jerseys azuis e amarelos.
Após efectuar pagamentos, receber a saca das lembranças, as fotos da prache, e as conversas de chacha matinais com o resto de pessoal, ás 09:30 arrancámos ao som de um foguete.


Capitulo III
“Os Caminhos”

O arranque deu-se ao som de um foguete, ainda pensei que aí viesse chumbo não estivessemos nós em época de caça. O ritmo imposto era rápido, já que o traçado assim o permitia, estradões até Cadima, foi sempre a andar, cabendo aos caminhos de Areia partir o ritmo. Voltámos a subir então para Lemede onde perto da estação estava um Pica (Revisor da CP) para picar o bilhete, ideia interessante para um controle. Até à divisória dos percursos o andamento estava a ser rápido, após o Luís me ter apanhado. Enquanto prestávamos auxílio a um jovem, acabamos por fazer o resto do passeio juntos, por maluqueira fomos para os 60 klm. Não sei ainda como nos enganámos, acho que vinhamos distraídos. Apesar dos vários contratempos fizemos 3h20 (acho eu), o Luís que me corrija se estiver enganado, porque eu pensava que tínhamos feito 5 horas, é força psicológica da mota vassoura que vinha a varrer o percurso.
O percurso ia até Ança, Portunhos e aí apareceram as subidas mais duras e as descidas mais técnicas e os singles tracks mais interessantes, ficando a conhecer pontos muito apelativos, ou seja, por outras palavras, era um percurso bastante acessível, eu gostei.


Capitulo IV
“O repasto dos Guerreiros”

O Passeio Terminou para mim e para o Luís às 13:40, mais coisa menos coisa. Ao chegar a Lemede à frente da Associação onde foi a meta reparámos que fomos os únicos Bikesurfers a ir para a grande, o resto do pessoal foram para a pequena, e estavam a dar um forte apoio degustando uma orelha de porco e umas minis. Dirigimo-nos para o Campo de futebol onde tinhamos saído para tomar o merecido banho, lavar a alma, onde me esperava mais uma surpresa, água quente, 5 estrelas. Depois de um banho revigorante fomos almoçar, a ementa consistia numa grelhada mista, pernil asado, sopa a moda do Lavrador, doces variados, cerveja em temperatura perfeita, em grande, foi durante o almoço que fiquei a saber então da boa prestação dos bikesurfers neste passeio, como equipa e como individual. Arrancando um excelente segundo lugar do Tiago Fragão, um quinto do Lucas, ambos nos 35 individualmente e um primeiro lugar como equipa mais numerosa levantado pelo Miguel, prémio esse em igualdade com a Quinta do Lagodão.


Conclusão

Como primeiro passeio foi bom, com alguns aspectos a melhorar, tais como as marcações com mais fitas, mais algumas placas num sítio ou outro.
Outros aspectos a manter: os banhos e o almoço.
De qualquer maneira este passeio já tem lugar garantido na nossa agenda, por muitas razões, mas principalmente pela amizade.
Não quero que entendam as críticas pelo lado negativo mas sim pelo lado positivo, umas vez que sabemos todo o trabalho que foi feito para que tudo corresse da melhor forma, facto que não pode ser descorado.
Volto a realçar a participação do nosso grupo neste passeio onde se destacaram os valores individuais e colectivo. Acho que estamos de parabéns.
Aproveito também para dar o meu bem aja ao Luís Varanda, que mesmo não podendo participar, por razões de saúde, marcou presença com o seu apoio e a sua foto reportagem.


Despeço-me agora com um bem-haja e até uma próxima.
Este vosso Amigo,
Sete, Bola Sete (João Paulo)

6 comentários:

Lucas disse...

De salientar que ainda deixamos orelha para vocês , lol

Paulo Gil disse...

Tenho que perguntar ao Bola7 onde ele tirou o curso de crónicas, sim senhor, ele tem mesmo jeito....
Nas 1ªs pensei que fosse sorte, mas agora vejo que ele está mesmo lá....
Deve ser do 'Magalhães'..... LOL
Tenho pena de não ter podido ir ao passeio.... mas haverá mais....

Um abraço a todos e força nas canelas

Luisv disse...

Epá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Desta vez esmeraste-te.
Sim senhor.
Abraço

IVO disse...

Bola7 in his Best!!!

bola7 disse...

Pois, mas com a pressa, não mencionei, o apoio, de umas meninas que estavam a acompanhar o pessoal do tojeiro, que com fotografias e palvras de incentivo, foram uma boa ajuda.

mcguerra disse...

ora nem mais falou o Bola e mais nada :)
Olhe lá sr João esse pica deu alguma coisa a alguem? E que o senhor esteve num evento onde a seguir havia chouriça looool e boa pinga (dizem nem lhe toquei raios)

Parece que foi um passeio a maneira eu nao fui pois estive no Vale do Vouga e o que da nao me poder partir para ir a varios...
Agora estou inscrito na Granja um passeio a maneira :) ainda nao sei se irei pois no sabado tenho um passeio com a malta na serra da Cabreira a ver vamos mas espero ir claro e indo malta do teu grupo Gente Boa o passeio tem logo outro sabor :)

Espero voltar a ler estas cronicas sempre bem escritas por a tua parte pois tu nascente com este dom :)


Abraço pessoal