Devido à actual conjuntura este espaço encontra-se em insolvência por tempo indefinido.

sábado, 31 de março de 2012

Mudar de ares.. [Parte 1]

Como hoje de tarde não se pedalou, passei umas horitas no meu laboratório, leia-se oficina.

Já há.. nem sei à quanto tempo tenho o meu quadro Vag ali pendurado na parede, até já tinha teias misturadas com os restos de massa da "caixa de direcção", sim, entre aspas, pois aquilo resume-se a duas pistas de esferas. Ou seja, já me estava a incomodar ver ali o quadro...ver ali o quadro e ver sempre a mesma cor, ainda por cima cheia de riscos nas escoras, aliás, num ou outro ponto até alumínio já faltava(lol).

Como já há algum tempo me passou a ideia de decapar a RCZ, juntei o útil ao agradável, e servi-me da Vag como "cobaia", para aprender um pouco e fazer uns testes..

Comecei por, como é claro, remover tudo o que estava agarrado ao quadro. No entanto, algumas coisas testam-nos a paciência e não tendo ferramentas adequadas, pior ainda. Foi o caso da pedaleira. Quando as coisas não vão a bem nem a mal, têm de ir da pior forma possível, ou seja, toca a tomar medidas drásticas..

Como não tenho saca-cranks e estes teimavam em não sair, disco fino na rebarbadora e siga..O eixo tinha uma grande folga, por isso é que o cortei.. Para remover o resto do eixo/(bottom bracket) recorri ao Xtaka(um grande obrigadão), pois para tirar o resto era mesmo muito complicado..Ah, de referir que nesta etapa tive de recorrer a alguém que saiba o que está a fazer, pois a minha azelhiçe ainda é grande.. De relçar que os cranks estão bons, o que se cortou foi mesmo só a parte do eixo.

Depois de retirado o eixo, toca a limpar a ferrugem toda que para lá andava e preparar o quadro para a próxima etapa, aplicar o decapante!!!
Fiz uns pequenos riscos na tinta, de modo a facilitar a ação do decapante..

Depois foi só aplicar com cuidado o decapante com um pincel, esperar um pouco, e com um esfregão de aço remover a tinta que saiu, repetindo este processo até se remover a tinta pretendida..

Depois de "muito" decapante snifado...

Optei por fazer apenas o tiângulo principal para experimentar, amanhã faço as escoras e passo várias lixas para deixar pronto para o próximo passo.


Quanto ao próximo passo, ainda não sei se aplique primário e uma tinta, que dê nas vistas, ou se opte por polir o mesmo aplicando de seguida verniz. Depois vejo..


Resumindo, não se coloquem a fazer isto com pouca paciência, pois para remover a tinta que não sai com o decapante, ainda é preciso esfregar um "pouco"... E ainda por cima ainda falta o pior, os pormenores das escoras!! Nunca mais apanho juízo..

Abraço

6 comentários:

Lucas disse...

Opá quando precisares de ferramenta apita ;)
Lamento informar-te mas se tinhas o eixo no quadro e ainda por cima não prestava fizeste mal em tirá-lo pois quando pintares o quadro , ia dar um jeitão para não ir tinta para a rosca se precisares de um velho passa cá em casa que arranjo-te um que costumo por nos quadros que pinto , mas é isso aí a fazer é que se aprende ( mas podias sempre perguntar lol)

Ivo disse...

eheh obrigado!

Ainda tenho ali a rosca do eixo, mesmo que não a coloque, um pouco de fita cola de papel deve "resolver".

Ah e esqueci-me de mencionar uma coisa...



Se alguma coisa correr mal, a culpa é do Bola!! Pois anda a falhar como as notas de 500!! Como não se foi pedalar, tive de ocupar a cabeça com alguma coisa e..pimba, decapar o quadro!
(eheheheh estou a brincar Bola, sei que andas ocupado!)

Joel disse...

Elá! andaste a despir o quadro da vag! O quadro vag até na tinta é resistente! XD

Lucas disse...

vai por mim mete a rosca não queiras decapar a rosca lol
Quanto ao Bola opá é a casa e o não saber dizer que não lol

Ivo disse...

Por causa do decapante que possa ter ficado na rosca?

Lucas disse...

So estava a dizer para protegeres bem a rosca para não a teres de decapar no fim lol