Devido à actual conjuntura este espaço encontra-se em insolvência por tempo indefinido.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

3º Raid BTT do Paião

Foi por volta das 6h30m que o despertador tocou. Toca a levantar, cortar a barba, lavar a cara e preparar as coisas necessárias para mais uma jornada de BTT, que nos tinha sido proposta por alguns Bikesurfers, nesta manhã de Domingo com algum nevoeiro. Por volta das 7h15m, estando eu à espera já há algum tempo no café "Ponto de Encontro",(local de encontro) lá foram aparecendo os vários elementos, começando pela velhice, Manuel Manso, David Santos e Bruno Santos; poucos minutos passados chegam mais dois companheiros, o Paulo Jesus e o Filipe, mas ainda faltava o Miguel (só podia ser!)que vinha acompanhado do Hugo(fotografo de serviço), pareceu-me que ainda vinham “ meios a dormir ”.
Por volta das 7h30m,já com o pequeno almoço tomado, lá partimos rumo ao Paião, com o GPS ligado para não haver atrasos, nem enganos no caminho.
Após a chegada ao lugar da jornada e estacionamento dos carros, preparamos-nos para ir buscar os dorsais, no caminho demos um abraço ao nosso amigo e organizador deste evento, o Sr.Andrade e no secretariado levantámos todos os dorsais pertencentes aos bikesurfers e dos quais, um tinha sido reservado em meu nome com o número 69, o que me fez ficar um bocado desorientado e que teve influência no meu desempenho durante o início da prova eheheh. De volta aos carros para preparar as “bikes” tive a oportunidade de conhecer mais um ”Bikesurfer”(Fernandes) pois ainda não tinha tido a oportunidade de conhecer pessoalmente.
Tentei organizar as tropas para tirar a fotografia de grupo, mas apesar do esforço não consegui, logo hoje que não me tinha esquecido da máquina fotográfica. Este problema surgiu devido ao stress do pessoal para se preparar tal era a ansiedade de chegar à frente na partida(na chegada nem por isso!!!).
Ao ir estacionar no garrafão de partida, já lá estava o Filipe e o Paulo Jesus preparados para sair com os primeiros, enquanto os outros nem vê-los, já com o Andrade a discursar sobre como ia ser dada a partida e com a apresentação do percurso.
Depois de ouvir a banda Filarmónica do Paião tocar uma música durante cerca de 2 minutos, lá partimos nós, com o pelotão logo a acelerar de tal modo que eu com o nervosismo que ainda durava me desconcentrei e perdi a noção da estratégia que tinha planeado, ou seja, queria ir no rasto do meu amigo Hilário e não consegui, o que fez com que na separação do “mini-raid “e o “raid” fica-se sem pontos de referência e sozinho condicionando o meu desempenho.
O percurso era agradável, bastante rolante, mas com algumas ratoeiras muito perigosas o que levou a alguns despistes e mazelas no corpo. É de salientar que ando a ficar preocupado comigo devido a que já hà algum tempo que não dou uma queda, o que é de admirar.... Quando terminei a prova logo tentei ver se reunia o pessoal para tirarmos a foto da praxe como tinha ficado combinado, mas para meu espanto tinham desaparecido quase todos os elementos que participaram na prova com excepção do Manso, do David e do Bruno,este estava um pouco atrasado pois tinha ido para o raid.
Depois de ir tomar um duche e ter arrumado tudo, eu, o David e o Manso decidimos ir almoçar e no final fomos esperar o Bruno(estava um pouco demorado) para lhe dar uma ajuda a arrumar a “bike”, enquanto ele tomava um duche.
Enquanto o Bruno estava a almoçar foram entregues os prémios, sendo um deles entregue ao Manso devido ao seu estatuto de atleta mais idoso presente e a concluir este raid, prémio que já vem sendo habitual, pois não é todos os dias que se vê uma pessoa com 64 anos nestas andanças. Após tirada a foto com a entrega do prémio lá partimos nós de volta à nossa vila da Tocha.
Sem mais palavras, acho que já me estou a alongar e novamente a tentar meter-me no rasto, desta vez de alguém importante na nossa nação e que foi o já falecido José Saramago, pessoa que dominava a escrita como ninguém; mais uma vez acho que não consegui ir no rasto deste nosso ilustre prémio Nobel da literatura. Com esta pequena homenagem me despeço.
Até já , José Zananar.

Ps: Resta dar os parabéns aos elementos presentes por mais esta excelente representação ...
Fotos
Zananar/Hugo

2 comentários:

bola7 disse...

Demorou, mas sim senhor, Não sabia dos dotes de repoter do Zananr gostei bastante está uma reportagem muito boa.
Aproveito para deixar os parabens a todos os que foram em especial ao Sr. Manuel Manso que mais uma vez mostrou que velhos são os Trapos

Ivo disse...

Bom report e boa prestação!

Aparecem uns Bikesurfers nuns pequenos clips feitos por um elemento da equipa, se não me engano, Trepa-Trilhos.

Força!